domingo, 21 de fevereiro de 2010

Profecia


Eu poeto
enquanto profetizo
o instante
em que me engravidarás
os sentidos.


De outro modo,
como eu,
teu bardo,
sentiria a imensidão
das tuas entranhas?

9 comentários:

  1. masculino e feminino, o poeta.
    abração do
    RL.

    ResponderExcluir
  2. Ohhhhhhhh.... Um belo brinde ao meu final de domingo.........

    ResponderExcluir
  3. Forte... e um só tempo leve e musical... muito bom! ;)

    ResponderExcluir
  4. beleza de versos! também eu vivo prenhe!
    besos

    ResponderExcluir
  5. o putas resolutas é um lugar de fantasias...
    até os estranhos se tornam anjos!
    besos

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir